Consultoria Eleitoral

Moro já sonda pesquisas com seu nome para presidente em 2022

Ministro analisa cenários eleitorais em que Jair Bolsonaro aparece como um de seus principais adversários

Redação, estadão conteúdo

O ministro da Justiça, Sergio Moro, recebe há seis meses pesquisas eleitorais que colocam seu nome como opção na disputa à Presidência da República em 2022. Alguns cenários, inclusive, Moro enfrenta o atual presidente, Jair Bolsonaro, na disputa pelo Planalto. As pesquisas foram feitas por um instituto sem divulgação pública.

 

Os questionários foram feitos com “perguntas estimuladas”, em que os pesquisadores citam para o entrevistado quais são as opções de resposta. De acordo com a revista Época, desde os primeiros levantamentos recebidos pelo ministro, ele já aparecia bem colocado e com mais de 15% de intenções de voto.

 

Além disso, em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, na segunda-feira (20), o ministro disse que se negou a assinar um documento em que se comprometeria a não concorrer nas eleições presidenciais de 2022. De acordo com o ex-juiz, não há pretensão de sua parte em assinar o acordo, pois “muitas pessoas assinaram e depois rasgaram”.

 

+Dilma: Quantos mineiros devem morrer para que Bolsonaro acorde de sua omissão?

 

A atitude do ministro foi de grande desgaste com o presidente, mas este é um conflito que já vem se acumulando desde meados do primeiro ano de mandato do ex-capitão.

 

Em pouco mais de um ano, Moro viu seus poderes esvaziados e hoje se equilibra para garantir sua permanência no cargo. Ele já perdeu o Coaf, que passou ao ficar sob responsabilidade do ministério da Economia, e foi derrotado em algumas propostas contidas no pacote anticrime.


Consultoria Eleitoral

Visite o website: http://consultoriaeleitoral.com